sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Até lá ...

 

A gente sonha com alguma coisa e acorda na expectativa de que irá dar certo, se arruma, se maquia, se perfuma, vai até lá e dá de cara com a decepção. No caminho do busão a gente ensaia a reação e espera no fim ter algo agradável pra dizer.
   Em 1h30 mais ou menos, consegui chegar no momento de êxtase e entrar na depressão mais profunda. Cheguei a jurar sumir e me perder, tentar morrer feito Veronika com doses sábias de drogas controladas.
   Minha mãe que sempre diz pra eu ter calma e deixar de fazer escândalo por pouca coisa. Ela se engana. Todo mundo esta se fazendo de bons entendedores e ficando com as meias palavras. Não me contento. Não é curiosidade, é outra coisa.
   Agora me diz como cheguei a tantos parágrafos apenas com 2,30? Até tentei pensar na tal da minha vida, mas não tinha dinheiro pra outra passagem.
   Aí, voltei pra casa, comi uma maça e dormi.

Um comentário:

Jéssikinha.Santos disse...

Adorei esse post Caah !
Fico fodaa ...
=D