segunda-feira, 19 de julho de 2010

Parei de pensar e comecei a sentir

O que dizer quando as palavras já não são suficientes?
E quem disse que é preciso dizer alguma coisa?
Não é preciso dizer nada, quando olho pra você e percebo que você me vê de verdade.
Também não é preciso dizer nada, quando fecho os olhos e deixo você me levar.
Existem momentos que não precisam ser traduzidos em palavras.
E mesmo que quiséssemos, seria impossível traduzi-los.
As palavras soam pequenas e vazias, perto de tudo o que se pode sentir.
Sentir é a palavra de ordem.
Se esquecer de tudo e se deixar conduzir.
Ter o controle, perder o controle e não se importar com isso.
Ultimamente é assim que gosto de viver.
Ultimamente é sobre você que gosto de pensar.
Então, começo a pensar demais, e fico paranóica.
Nesse momento me lembro que pensar e se preocupar não é o importante aqui.
Vamos deixar pra pensar daqui a pouco, sim?
Vamos nos deixar levar, ainda que só por alguns instantes, por tudo o que não é palpável.
Sensações novas, outras velhas conhecidas, vestidas de uma outra forma.
Sempre igual, mas sempre diferente.
Você foi algo único, inesperado, cheio de promessas, e expectativas que apareceu na minha vida e me levou pra um lugar novo.
Um lugar onde podemos fazer planos, podemos imaginar um futuro, e querer fazer com que ele realmente aconteça.
Você é esse turbilhão de sentimentos e devaneios que me faz feliz todos os dias.
E eu?
Eu espero ser tudo.
Tudo de melhor, tudo que te faça bem, tudo que te tire do chão e faça seu mundo tremer.
Pra quem disse que palavras não são importantes, eu acho que já falei demais, não é? rs
Mas eu quero acrescentar só mais uma coisa:
Eu amo você...
Je te veux mon amour! ♥

Um comentário:

Satine disse...

Oi Carolina, tudo bem?
Vi que vc está me seguindo :)
Interessante o seu blog, gostei.
Só não esperava encontrar um texto meu aqui...
Enfim, agora tbm estou te seguindo.
Até mais.