terça-feira, 25 de maio de 2010

Inspirada em Suélen = Sonho*

O sonho havia guardado naquela mesma gaveta, onde as coisas desnecessárias ficam. Aos poucos fui deixando de abrir para vê-los. Fui esquecendo. As obrigações tomaram conta daquilo que chamavam de vida, as trancas da gaveta haviam enferrujado e as chaves se perderam enquanto corria para não me atrasar. O dia é longo. Na cabeça os sonhos não tinham nenhum espaço. 
Meus sentidos foram afetados. Deixei de viver quando deixei de sonhar, me perdi nesse mundo gigantesco. Anseios e desejos tomavam conta dos meus dias que se tornavam cada vez mais escuros e frios. O Sol permanecia intacto, mas eu não mais o via. Não sobrou nada do que antes me abastecia. Fui surpreendida por minhas decisões e agora tudo de novo teria que reformular pra começar a viver sem ser manipulado. Começando pelas chaves da gaveta. Retirei as trancas que impediam meu acesso direto e fácil com meus sonhos. Busquei da fonte mais pura de sabedoria. 
Meu coração começou a bater, ritmicamente com o de Deus. Ele se tornou meu descanso e sustento. Mesmo com a correria, parei pra ouvir o seu suspiro – Filha eu te amo e os seus sonhos, Sou eu quem os dou!

Sonhe ;)

3 comentários:

Carol Martins disse...

MARAVILHOOOOOOOOOOOOSOOOO!
Posso postar no meu blog? com todos os créditos a vc, claro *_*

Carolina Prestes disse...

ainnnn que HONRA. claro que sim=] TE amo!

Blogueira Fajuta disse...

Lindo texto.